Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Palestra de Pedro Sollero em Modos de Escuta e Criação Sonora
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Palestra de Pedro Sollero em Modos de Escuta e Criação Sonora

  • Publicado: Terça, 01 de Novembro de 2022, 01h20
  • Última atualização em Terça, 01 de Novembro de 2022, 01h25
  • Acessos: 131

Na quarta-feira, 26 de outubro de 2022, as turmas do componente curricular “Modos de Escuta e Criação Sonora” receberam a visita do Prof. Pedro Sollero para uma palestra na Varanda Norte. O professor e artista falou sobre “Práticas de construção de um músico improvisador”.Com sua larga bagagem na improvisação livre e música experimental, Pedro trouxe diversas questões da arte contemporânea e de sua inserção na academia, a partir de exemplos dos seus processos de criação, da pesquisa de doutorado que concluiu agora e do trabalho de outros artistas. Para as turmas, foi uma oportunidade de ver em ação e de conversar com um artista, entender detalhes e desafios de sua produção. Além disso, conhecer as soluções que encontrou, incluindo sua guitarra elétrica totalmente modificada e adaptada, chamada “a-grega”, e ver a demonstração de técnicas estendidas para tocar o instrumento.

 

Este componente curricular tenta cumprir assim um de seus principais objetivos, dentro de um processo de musicalização de adultos, com diferentes níveis de proficiência e referências culturais nas práticas sonoras e musicais, aproximando-os do universo das práticas artísticas contemporâneas junto ao processo de conscientização e alargamento da escuta.

 

Pedro Sollero é músico improvisador, compositor, educador e pesquisador. Cursou Bacharelado em Música Popular na UNICAMP (Universidade Estadual de Campinas), e é Mestre em Música pelo PPGMUS (Programa de Pós-Graduação em Música), ECA/USP (Escola de Comunicações e Artes/ Universidade de São Paulo). Realiza pesquisa de Doutorado em Música, no mesmo programa, sobre Improvisação Livre, sob orientação do Prof. Dr. Rogério Costa. Tem atuado como improvisador em grupos em São Paulo (Orquestra Errante, Coletivo Carmim, Ñembo, As Preparadas,) e possui trabalho solo como performer em música e compositor de trilha sonora para teatro e audiovisual. Seu instrumento principal é guitarra elétrica e se interessa por técnicas estendidas e transformações deste instrumento. Questões sociais ligadas à improvisação também são do interesse do pesquisador, além das particularidades e agenciamentos deste corpo criado pela soma do instrumentista e instrumento e seus contextos. Seus interesses também envolvem o campo pedagógico no qual atua conduzindo trabalhos relacionados à improvisação musical e tecnologias aplicadas à música. É colaborador no grupo de pesquisas NUSOM, associado ao PPGMUS-ECA/USP, coordenado por Fernando Iazzetta e Rogério Costa.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página