Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Conselho da Mulher de Itabuna tem representação ativa da UFSB
Início do conteúdo da página

Conselho da Mulher de Itabuna tem representação ativa da UFSB

Publicado: Terça, 21 de Dezembro de 2021, 17h56 | Última atualização em Terça, 21 de Dezembro de 2021, 18h02 | Acessos: 1212

 

A participação da universidade em órgãos gestores de políticas públicas em qualquer das três esferas é muito importante. Desse modo, a instituição pública de ensino superior se insere em espaços onde são tratadas questões sensíveis ligadas ao desenvolvimento e à garantia de direitos, principalmente das populações mais vulneráveis, e pode contribuir com conhecimentos científicos e com a troca de saberes.

O município de Itabuna criou o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher pela Lei número 1.783/1999. Houve problemas para a execução dessa lei e, depois de muita luta das mulheres da sociedade civil, com aliadas de órgãos públicos, foi criada uma comissão pro tempore responsável pela elaboração da proposta de atualização da lei. O projeto de lei resultante do trabalho desse grupo foi apresentado pela então vereadora Charliane Sousa à Câmara de Vereadores de Itabuna, aprovado e transformado na Lei Municipal 2.522/2020, atualmente em vigor.

A fim de garantir a eleição das membras da sociedade civil, foi constituído o Grupo de Trabalho Mobilização, que atuou a partir de dois objetivos: o primeiro foi a organização do edital para eleição das representações da sociedade civil e, para isso, estabeleceu o segundo objetivo, que foi a sensibilização e a mobilização da maior quantidade possível de mulheres de grupos e entidades da sociedade civil que atuam nas frentes de lutas pelos direitos e pelas vidas das mulheres de Itabuna.

A Pró-Reitora de Extensão e Cultura da UFSB, professora Lilian Reichert, compôs o GT Mobilização, que realizou lives e outras atividades voltadas para a sensibilização de pessoas, grupos e entidades da sociedade civil que teriam perfil para ocupar as vagas.

Após um longo processo, no dia 19 de agosto, todas as conselheiras, do poder público e da sociedade civil, foram empossadas, em cerimônia realizada na Câmara de Vereadores de Itabuna. As professoras Célia Regina da Silva (CFPPTS) e Leila Oliveira (CFCTI) são, respectivamente, as representantes titular e suplente da UFSB no Consemdami.

No trabalho de representante institucional, a professora Célia Regina compõe a Comissão de Comunicação do Conselho, co-orientando uma bolsista e uma voluntária, ambas estudantes do Bacharelado em Mídia e Tecnologias, do POPTECS.

 

 

EQUIPE PROEX

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página