Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Comitê Emergencial divulga 42ª edição do Boletim do Observatório da Epidemia do Novo Coronavírus no Sul da Bahia
Início do conteúdo da página

Comitê Emergencial divulga 42ª edição do Boletim do Observatório da Epidemia do Novo Coronavírus no Sul da Bahia

  • Escrito por Heleno Rocha Nazário
  • Publicado: Sexta, 22 de Outubro de 2021, 11h24
  • Última atualização em Sexta, 22 de Outubro de 2021, 11h26
  • Acessos: 289

capa boletim CEC ufsbO Comitê Emergencial de Crise para Pandemia de Covid-19 da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) divulgou a 42ª edição do Boletim do Observatório da Epidemia do Novo Coronavírus no Sul da Bahia, com análise de dados referentes ao cenário observado no período de 18 de setembro a 15 de outubro. O documento analisa a disseminação do novo coronavírus nos municípios-sede e que abrigam a Rede Anísio Teixeira de Colégios Universitários (CUNI) da UFSB: Coaraci, Eunápolis, Ibicaraí, Ilhéus, Itabuna, Itamaraju, Nova Viçosa, Porto Seguro, Santa Cruz de Cabrália e Teixeira de Freitas e reforça dicas de prevenção para os membros das comunidades internas e externas à UFSB. O documento também deverá subsidiar os Núcleos de Monitoramento dos casos de Covid-19 com indicadores epidemiológicos quanto à oportunidade de operar mudança entre as fases de controle em cada campus (Ilhéus-Itabuna, Porto Seguro-Eunápolis e Teixeira de Freitas) com base em parâmetros pré-definidos. A edição atual deve embasar a decisão relativa à mudança da Fase 0 para a Fase 1.

 

Situação Regional

Do total de 21.627.476 pessoas que se infectaram com o Sars-CoV-2 no Brasil desde 26/02/2020, quando foi notificado o primeiro caso, até 15/10/2021, data de fechamento desta edição, 1.239.293 pessoas ou 5,73% dos casos (Taxa de Ataque de 8.300,3 casos/100.000 habitantes) eram residentes na Bahia, enquanto 26.957 ou 4,47% das 602.669 pessoas que morreram por Covid-19 no Brasil (Coeficiente de Mortalidade Acumulada de 180.5 óbitos/100.000 habitantes e Taxa de Letalidade de 2,2%) eram residentes no estado, que detém 7,1% da população nacional. 

Nas duas últimas semanas, pode-se observar desaceleração da epidemia na Bahia, com queda de -16,0% no número de casos (média de 351,64 casos/dia ou 2,36 casos/100.000 hab./dia) e de -26,6% no número de óbitos (média de 6,50 óbitos/dia ou 0,04 óbitos/100.000 habitantes/dia) em relação às duas semanas anteriores . A Taxa de Reprodução efetiva do vírus foi estimada em 0,85 para a Bahia no dia 05/10.

A Região Geográfica Intermediária de Ilhéus-Itabuna – uma das dez regiões intermediárias do estado da Bahia e uma das 134 regiões intermediárias do Brasil – é conformada por quatro Regiões Imediatas e por 51 municípios com população estimada em 1.628.536 pessoas distribuídas em um território de 47 401,517 Km2. A UFSB tem unidade acadêmica e/ou colégio universitário em dez municípios localizados em três regiões imediatas: Ilhéus-Itabuna, Eunápolis-Porto Seguro e Teixeira de Freitas.


Do total de 1.239.293 pessoas que se infectaram e 26.957 pessoas que morreram por Covid na Bahia até 15/10/2021, 117.873 pessoas ou 9,5% dos casos (Taxa de Ataque de 12.087,2 casos/100.000 habitantes) e 8,9% dos óbitos ou 2.404 pessoas (Coeficiente de Mortalidade de 246,5 óbitos/100.000 habitantes e Taxa de Letalidade de 2,0%) são de residentes nos municípios onde a UFSB tem unidades acadêmicas e/ou colégios universitários, que detém apenas
6,5% da população estadual.

Pode-se observar desaceleração da epidemia na Região onde a UFSB tem unidades acadêmicas e/ou colégios universitários, com queda de -5,8% no número de casos (média de 60,29 casos/dia ou 6,18 casos/100.000 hab./dia), mas crescimento de +66,7% no número de óbitos (média de 1,1 óbitos/dia ou 0,11 óbitos/100.000 habitantes/dia) nas duas últimas semanas em relação às duas anteriores, aumento este concentrado em Eunápolis (+700,0%) e Santa Cruz de Cabrália (+200.0%). A Taxa de Reprodução do vírus foi estimada em 0,98 no dia 05/10/2021.

 

Recomendações

A boa notícia continua sendo a queda observada na incidência de casos e de óbitos por Covid-19 no Brasil, na Bahia e em nossa Região Intermediária de Ilhéus-Itabuna. Entretanto, a pandemia ainda não acabou. Apesar do avanço da vacinação (50,0% da população brasileira com o esquema vacinal completo), preocupa a variante Delta devido ao potencial de ser mais resistente ou causar uma forma mais grave de Covid-19.

Merecem atenção das autoridades sanitárias as seguintes situações observadas:
1) nas duas últimas semanas (2 a 15/10), Ilhéus (4,96 casos/100.000 habitantes/dia) apresentou risco de infecção superior à Bahia (2,36 casos/100.000 habitantes/dia), embora inferior ao Brasil (6,13 casos/100.000 habitantes/dia), tendo registrado aceleração da transmissão (+37,0%) na comparação com as duas semanas anteriores (18/09 a 1º/10) e uma Taxa de Reprodução efetiva do vírus estimada em 1,01 em 05/10;
2) nas duas últimas semanas, os três municípios da Costa do Descobrimento apresentaram risco de infecção superior à média da Bahia (2,36 casos/100.000 habitantes/dia) e do Brasil (6,13 casos/100.000 habitantes/dia), com registro de aumento de casos em Eunápolis (+8,3%) e Santa Cruz de Cabrália (+38,2%) e Taxa de Reprodução efetiva do vírus estimada em 1,07 em Eunápolis em 05/10.
3) nas duas últimas semanas, os três municípios da Costa do Descobrimento apresentaram risco de morrer por covid superior ao da Bahia (0,04 óbitos/100.000 habitantes/dia), sendo que Eunápolis (0,37 óbitos/100.000 habitantes/dia) e Santa Cruz de Cabrália (0,51 óbitos/100.000 habitantes/dia) registraram coeficientes de mortalidade superiores ao do Brasil (0,18 óbitos/100.000 habitantes/dia) e, na comparação das duas últimas semanas (2 a 15/10) com as duas semanas imediatamente anteriores (18/09 a 1º/10), ambos registraram aumento;

4) nas duas últimas semanas (2 a 15/10), o coeficiente de incidência em Teixeira de Freitas (10,33 casos/100.000 habitantes/dia) e Nova Viçosa (9,46 casos/100.000 habitantes/dia) foi superior à média do Brasil (6,13 casos/100.000 habitantes/dia), enquanto Itamaraju (+18,2%) e Nova Viçosa (+163,6%) registraram aumento de casos na comparação com duas semanas anteriores, tendo sido a R(t) em Teixeira de Freitas estimada em 1,02 no dia 05/10/2021.

Neste sentido, RECOMENDA-SE:


AOS GOVERNOS: transparência na divulgação das informações relativas à epidemia e à capacidade do SUS de atendimento; conscientizar as pessoas sobre a importância da higiene das mãos e das medidas de distanciamento social; incentivar o uso de máscaras; identificar os casos e fazer isolamentos localizados; calibrar a suspensão das medidas; que se mantenha a Taxa de Ocupação de UTI abaixo de 70%; e a intensificação da vacinação.
AOS MÉDICOS: a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) não indica tratamento farmacológico precoce para COVID-19 (nem cloroquina, nem  hidroxicloroquina, nem ivermectina, nem azitromicina, nem nitazoxanida, nem corticoide, nem zinco, nem vitaminas, nem anticoagulante, nem ozônio por via retal, nem dióxido de cloro), apenas medicamentos sintomáticos, como analgésicos e antitérmicos (paracetamol e/ou dipirona);
A TODOS OS INDIVÍDUOS: uso de máscara; distanciamento físico de 1,5m ou 1,8m; higienização das mãos; não participar de aglomeração; manter ambientes ventilados/arejados; paciente com sintomas “gripais” deve ficar em isolamento e colher PCR nasal; vacinar-se quando chegar sua vez, completando o esquema vacinal (duas doses ou dose única).

 

Vacinômetro

O Vacinômetro tem o intuito de informar o quantitativo de pessoas vacinadas com a primeira e segunda dose das vacinas contra a Covid-19 nos municípios em que a UFSB está inserida. É produzido, quinzenalmente, pelo Setor de Promoção à Saúde Estudantil, da Coordenação de Qualidade de Vida (CQV), da Pró-Reitoria de Ações Afirmativas (PROAF), mediante dados disponibilizados no site da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia. Nesta edição, o vacinômetro traz um panorama da situação vacinal em municípios do Sul da Bahia, até o dia 19 de outubro de 2021.

vacinometro 19 out 2021

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página